Tomada de Posição - Federação do PS Guarda - Deputados na AR do PSD pelo Distrito da Guarda

Que Lata… 

Os Senhores Deputados do PSD, Carlos Peixoto e Ângela Guerra quiseram mostrar serviço e escolheram para o fazer falar de portagens, encerramento de tribunais, saúde…

Isto, três meses depois da substituição do Governo que apoiavam, é preciso ter lata!

É por estas e por outras que a credibilidade da política e dos políticos chegou ao nível que chegou!

Como é possível que o PSD, que liderou um Governo que durante 4 anos votou a Guarda e seu distrito ao abandono e que levou a cabo uma política de encerramento, empobrecimento, austeridade cega, insensibilidade social, venham agora, ao fim de 80 dias de um novo Governo, questionar por soluções que façam justiça à Guarda e ao Interior, na medida em que o anterior Governo as negou?

Com que então os Tribunais de Fornos de Algodres e Mêda não deviam ter encerrado? Será que a reforma do Mapa Judiciário da Ministra do PSD Paula Teixeira da Cruz foi tão só uma irresponsabilidade e uma brincadeira de mau gosto, com o apoio dos Deputados da Guarda?

E só agora perceberam que o Sabugal merece mais que um Tribunal faz de conta, que não serve o acesso à justiça?

Pelos vistos os fundamentalistas do princípio do utilizador/pagador ao nível das autoestradas do Interior, também descobriram, de repente, que já é possível eliminar ou reduzir as portagens na A23 e na A25.

Perceberam até – quanta demagogia – que as portagens comprometem a competitividade das empresas sediadas no Distrito, aumentam o custo de vida das nossas gentes, favorecem as insolvências, potenciam o abandono do mundo rural e sacrificam a coesão territorial. Bem-vindos à realidade…

Sim, nos últimos 4 anos, não corríamos esse perigo.

Estar na oposição opera milagres na coerência dos políticos do PSD.

E quanto à Saúde, só uma pergunta: Então para o PSD/Guarda, no nosso Distrito, a Saúde não era “um não problema”? Podem estar seguros de que com o Governo PS, a ULS/Guarda, estará sempre no centro das prioridades.

Em resumo, estas preocupações serôdias com a Guarda por parte do PSD e dos seus Deputados, não são para levar a sério.

Então o que está por trás desta posição pública e o que de facto, verdadeiramente, a motivou?

A resposta está no último tema que levantam! Defender os seus “homens de mão” e clientelas partidárias nos vários serviços descentralizados do Estado.

Aqui-del-rei que fizeram cessar a Comissão de Serviço dos Dirigentes do Centro de Emprego da Guarda e de Pinhel que devia durar até 2018… Ou seja, o atual Governo do PS estaria condenado a levar a cabo as suas políticas com a colaboração dos militantes do PSD nomeados politicamente pelo anterior Governo!

Ou será que o PSD/Guarda entende que a competência e o mérito são exclusivos dos portadores de cartão laranja e que por isso têm o exclusivo de ser os dirigentes locais dos serviços do Estado?

O descaramento tem limites! É preciso ter lata…

Guarda, 25 de Fevereiro de 2016

 

Federação PS Guarda

 

 

LEGISLATIVAS 2015

 

Juventude Socialista da Guarda

Mulheres Socialistas

Acção Socialista

Novas Fronteiras

Syndicate content

2009 - © Plataforma de Consultores / Sentido Comum · Mapa do Site

Candidatos à Assembleia da República

O PS é a alternativa e a mudança

É esta a nossa Equipa